Encontrar o preço certo parece não ser uma tarefa muito difícil para alguns, porém é uma das etapas mais importantes e complexas de um negócio pois as organizações são mantidas com recursos monetários e os preços pagos por seus produtos e serviços são as principais fontes de entrada de dinheiro.

Por conta disso, devemos entender que a precificação pode alavancar o seu empreendimento ou até mesmo afundá-lo.

Pense na seguinte situação: O dono de uma sorveteria compra seus potes de sorvetes de 1Kg por R$7,00 reais/un e os revende por R$14,00 reais/un. Sabendo que seu custo fixo é de R$ 1000,00, que também tem custos variáveis e que ele vende em média 100 unidades/mês. 

Você deve pensar que ele está tendo um ótimo retorno, tendo em vista que está cobrando o dobro do valor que comprou o produto, mas com uma simples conta você vai perceber que não é bem isso que está acontecendo. 

Faturamento: R$1400,00

Custos fixos: R$ 1000,00

Custos variáveis: R$560,00 

Ele está tendo um prejuízo de R$160,00 e isso poderia ser contornado realizando a precificação correta utilizando os parâmetros adequados. 

Nesse artigo você vai entender melhor sobre o que aconteceu com esse empresário e aprender sobre o que influencia no lucro da sua empresa e na precificação dos produtos e/ou serviços dela. 

Para identificar se você está obtendo algum lucro, é necessário verificar se o seu faturamento está sendo suficiente para cobrir todos os custos (produção, operação e vendas) e ainda resta uma quantia que não está comprometida com nenhuma despesa. 

Essa foi fácil de entender, não é mesmo?! Mas como saber se estou obtendo o lucro ideal?

É importante que você entenda que não é o preço de venda que vai definir o seu lucro, mas o contexto e embasamento em que esse preço foi projetado.

Para que você tenha um preço assertivo é importante que você faça uma análise de mercado e uma análise financeira a fim de que seu preço esteja mais adequado possível ao mercado, fazendo assim, que você tenha melhores resultados e atenda, ao mesmo tempo, a necessidade do seu cliente. 

As precificações de produtos e de serviços são diferentes e fica fácil de entender o motivo ao reparar as peculiaridades que um serviço apresenta, como: 

  • Intangibilidade: Um serviço não pode ser tocado como acontece com um produto. Imagine uma empresa que presta serviços de consultoria, o conhecimento, forma de trabalhar e entregas do consultor não podem ser medidos. 
  • Perecibilidade: Os serviços não podem ser armazenados, revendidos ou devolvidos depois de serem usados. 
  • Variabilidade: A qualidade do serviço varia de acordo com o dia, consultor, horário, cliente dentre outros fatores.
  • Simultaneidade: Geralmente um serviço está atrelado ao consumo.Exemplificando, a produção e consumo da manutenção de um equipamento ocorrem juntos.

Entender as características do que se quer vender é de extrema importância para a formação dos seus preços, mas vale ressaltar que saber calcular seus custos interfere no lucro tanto quanto o próprio preço final. 

Sendo assim, faz-se necessário que todas as áreas da sua empresa estejam alinhadas para que consigam além de encontrar o ponto de equilíbrio, que é quando o faturamento cobre todas as despesas, e não gera lucro nem prejuízo, mas alcançar a lucratividade e desempenho almejados. 

Claramente era de umas dicas dessas que o dono da sorveteria precisava, e você também. Agora é só colocar a mão na massa! 

Leia mais sobre assuntos relacionados em nosso Blog, e receba nossos conteúdos inscrevendo-se em nossa Newsletter.

Escrito por Letícia R. S. de Paula, Consultora de Projetos de Consultoria CT Junior

[email protected]

Ir ao topo